ainda a espero,

sábado, 19 de junho de 2010 23:27 Postado por K Santiago .


Procurei em todos os lugares possíveis, não encontrei vestígios da minha amada, ela se foi, como das outras vezes abandonou-me.
No inicio ela era só mais uma, um rosto que eu provavelmente esqueceria em alguns meses, porém não foi assim.
Machuquei-a com minhas aventuras, com os meus beijos, com o meu desejo. Não à valorizava, seus sentimentos não me tocavam, despedacei seu coração, o coloquei no lugar e o arranquei novamente, sucessivamente por vários anos. Mesmo assim quando eu a procurava ela estava lá, sorrindo, sempre esteve pronta para satisfazer minhas vontades.
Ascendia meu cigarro, servia minha bebida, entregava-se pra mim, SEMPRE.
Com o tempo, tardio demais talvez, descobri algo nascendo em meu peito; era ela, sempre foi ela, a minha mulher, aquela que mesmo estando a todo momento nunca recebeu o amor que merecia.
Depois que a descobri dentro de mim contei-lhe, feliz agora por sentir o amor necessário para prender-me a alguém.
Ela riu, pegou seu casaco, levantou-se do sofá e disse :
- Sinto muito, game over pra você .
- Eu decido quando acaba o jogo.
- Então amor, divirta-se jogando sozinho.

Foi a última vez que nos vimos; não sei o seu telefone, seu endereço, a conhecia como Lú, nunca me interessei em conhecer um pouco mais sobre sua vida.
Sempre vou a praça que ela costumava estar, sentada em um banco escrevendo.
Sua vida era um mistério, e eu fui culpado por não tentar decifra-la.
Já se passaram meses, não sei ao certo quantos, eu comecei a escrever, transformando minha dor em poesias sem rimas, eu textos sem nexo.
Eu ainda a espero, na praça, no mesmo banco.

Mas ela nunca veio, e há quem diga que ela nunca virá.

3 Response to "ainda a espero,"

  1. Publicidade de Salto Says:

    Oi, kelly

    Seu blog é lindo tanto visualmente como no conteúdo.

    Beijos
    Gêsa Karla, pelo Publicidade de Salto.

  2. Everaldo Ygor Says:

    Olá!
    Ainda esperamos pela poesia, pelo nascer do Sol, por encontros e desencontros...
    E em algum tempo, virá!
    Abraços
    Saudações Poéticas

  3. Ramos Says:

    Visualmente e 'leituramente' o blog é massa!
    parabéns!
    "- Sinto muito, game over pra você .
    - Eu decido quando acaba o jogo.
    - Então amor, divirta-se jogando sozinho."
    huahuahua, adorei essa parte em especial =D

    bjaum!

Postar um comentário

Sua opinião é importante para mim :D